sábado, 25 de outubro de 2008

Algumas doenças do Sistema Urinário

Proteínuria – Albuminúria
Presença de proteínas no sangue. O caso mais frequente é o da albumina. Este fenômeno indica que há uma permeabilidade excessiva nos glomérulos. Quando os valores de concentração de proteína na urina são acima do normal mas abaixo de determinadas concentrações considera-se a doença como microproteínuria.
Hematúria
Não é propriamente uma doença mas sim uma manifestação que poderá ter várias origens. Caracteriza-se pela cor avermelhada da urina, sendo na maior parte dos casos devida à presença de sangue.
Cistites
Infecções na bexiga que provocam dificuldade na micção e ao mesmo tempo uma maior necessidade de urinar. Em casos muito graves esta doença pode originar úlceras na bexiga.
Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)
Doença que se caracteriza pelo aumento da próstata levando ao bloqueio da uretra. Este bloqueio pode ser parcial ou em casos mais graves, total. Este bloqueio torna difícil a micção podendo levar a problemas de infecção da uretra.
Litíase ou cálculo urinário
Problema renal que provoca a acumulação de resíduos formando pequenas “pedras”. Estas pedras podem tomar proporções tais que têm que ser removidas cirurgicamente. Normalmente estas pedras são expelidas podendo provocar cólicas muito dolorosas ao passarem pelos ureteres.
Infecções do tracto urinário
Este tipo de infecções é provocado por bactérias que muitas vezes habitam no intestino onde não provocam qualquer problema. Contudo quando estas são transportadas para bexiga ou mesmo os rins, podem causar problemas graves. Dado o sexo feminino possuir uma uretra de menor comprimento, está mais vulnerável a este tipo de infecções. Além das bactérias intestinais podem surgir outros tipos de infecções provocadas por vírus ou outros agentes que debilitem o sistema imunitário de tal forma que os produtos tóxicos resultantes sejam nocivos aos rins.
Enurese
Problema que afeta as crianças por volta dos cinco anos. Caracteriza-se por perda de urina quer diurna como noturna. É considerada um sintoma e não uma doença. Este problema pode estar associado a um subdesenvolvimento do diafragma pélvico levando à perda incontrolada de urina.
Insuficiência Renal Aguda
É causada por uma agressão repentina ao rim, por falta de sangue ou pressão para formar urina ou obstrução aguda da via urinária. Pode estar associado a problemas circulatórios ou problemas no controle da pressão glomerular. A principal característica é a total ou parcial ausência de urina.
Insuficiência Renal Crónica
Estado em que o rim perdeu todas as suas capacidades funcionais. Pode ter inúmeras causas, desde infecções a acidentes vasculares. Nesta situação podem ocorrer problemas como anemia, hipertensão arterial, acumulação de ureia… Normalmente os doentes nesta situação necessitam recorrer à hemodiálise para sobreviver.
Nefropatias Tóxicas e não tóxicas
São causadas por tóxicos, agentes físicos, químicos e drogas. Podem originar outros problemas e em situações de sobre-dosagem podem causar insuficiência renal e certos tipos de cancro. Alguns sintomas de situações como esta são aumentos de concentrações de sais na urina e de outras substâncias que não deveriam ser excretadas em tão elevada concentração.
Doenças congênitas e hereditárias
Além das doenças anteriormente referidas, consideram-se também mutações e malformações quer por problemas durante a gestação ou por erros genéticos. Exemplos destas doenças são:
Hidronefrose
Doença em que o volume da pélvis renal aumenta para conseguir albergar uma maior quantidade de líquido. Pode ser provocada por uma má formação do uréter ou por infecções que levam a que a capacidade de transporte do uréter seja diminuída.
Ureterohidronefrose
Tem o mesmo tipo de comportamento que a doença anterior, contudo nesta o aumento de volume ocorre nos ureteres e não no rim.
Estenose
Esta doença caracteriza-se como um estreitamento de um canal, podendo atingir qualquer estrutura tubular no nosso organismo. No caso do sistema urinário, esta doença pode atingir os ureteres ou a uretra. O efeito provocado por esta doença é semelhante à HPB e pode levar ao aparecimento de Hidronefrose e Ureterohidronefrose.
Artresia
Tal como a estenose esta doença também é caracterizada por um estreitamento de um canal, contudo nesta doença o estreitamento é provocado por uma má formação.
Cancro
O cancro é hoje em dia uma das doenças mais temidas e cada vez mais mencionada. O sistema urinário é também alvo deste problema. O cancro pode ocorrer em qualquer corpo celular. No caso do sistema urinário os órgãos mais atingidos são os rins e a bexiga. No sexo masculino o cancro da próstata é também um dos cancros com maior taxa de incidência e que têm uma interferência direta com o sistema urinário podendo provocar HPB. O cancro da bexiga é talvez o de mais fácil abordagem, podendo o órgão ficar funcional mesmo após cirurgia. No caso dos rins o problema é mais complicado, sendo muitas vezes necessário recorrer a transplantes ou a
hemodiálise. Dado ser o rim o órgão responsável pela excreção de substâncias, a quimioterapia é muitas vezes posta de parte ou então conciliada com hemodiálise para que possam ser eliminados os tóxicos resultantes deste tipo de tratamento. Assim o tratamento de cancros nos rins é muito delicado e complicado.

Além destas doenças existem ainda outros problemas associados a perdas de sais tais como Sódio, Potássio, Cálcio, Magnésio, entre outros. A este tipo de doenças não se atribuiu nenhum nome específico sendo incluídas no grupo das nefropatias, dado estar subjacente um défice no rendimento ou capacidade dos nefrônios.

8 comentários:

<| YaKuSa |>_--->ten_ethos<---_ disse...

gostei muinto me ajudo bastante no deve de Ciência para sexta-feira (10/05/2013) valleu,xau!!!!

Kααrol disse...

Obrigada, ajudou na minha atividade de Biologia, bom e bem explicado.

Emerson Couto disse...

seus otários!hahahahahahaha

desconhecido disse...

Otários?
Otário é vc, seu idiota, fica falando dos outros por ai cara, te enxerga,seu besta... _|_ _|_

Ana Julie Campos disse...

Obg, ajudou muito vlw.

Ana Julie Campos disse...

Emerson pra vc! Há basicamente dois tipos de advogados: os pilantras bem sucedidos ricos e os pilantras mal sucedidos pobres, que passam a vida em porta de cadeia. Dizem que existem advogados honestos, mas nunca ninguém viu. É como diz o ditado: "Se você faz direito, já começou fazendo errado".

Ana Julie Campos disse...

>)))*> UU VC E FODA! EMERSON

manoelina1975 disse...

Obrigado